David Phelps - Blog Brasil: 2011

28 de dez de 2011

Feliz Ano Novo!


O David Phelps – Blog Brasil agradece de coração a todos os amigos que no decorrer desse ano apoiaram o nosso trabalho. Agradecemos a cada fã de David (brasileiro ou de outra nacionalidade) e aos demais leitores que nos prestigiaram com sua especial presença.

Nosso intuito é continuar propagando a Palavra de Deus através das músicas e da voz desse nosso grande artista. Que 2012 venha cheio de notícias boas e muitas novidades na página para que vocês tenham o prazer de continuar conosco.

Queremos desejar a toda a Família Phelps (David, Lori, Callie, Maggie, Grant e Coby) um ano abençoado por Deus. Somos agraciados por esse lindo ministério. Amamos vocês!

Feliz 2012!

Elaine Layber

End of the Beginning



“...esqueço aquilo que fica  para trás e avanço para o que está na minha frente. Corro direto para a meta a fim de conseguir o prêmio da vitória. Esse prêmio é a nova vida para a qual Deus me chamou por meio de Cristo Jesus.” Filipenses 3:13,14 BLH

     O Natal passou e agora a atenção do mundo se volta para o novo ano que está chegando. É praticamente impossível não pararmos um pouco para olhar para trás. Às vezes é bom refletirmos sobre o ano que está passando. E o que vemos?
     Outro dia, disse para minha namorada que será impossível esquecer aquela noite em São Paulo quando o Gaither entrou no palco e olhamos um para o outro e com sorriso falei pra ela: “É real!”
    Quantos momentos único vivemos neste ano? Deve haver muito do que se orgulhar e, talvez, muito do que se esquecer. Com certeza, quando olhamos os dias passados  vemos  vitórias, fracassos, acertos, erros, momentos alegres, momentos tristes, encontros, despedidas. Não desanime se nem tudo deu certo. David diria, “it’s just the end of the beginning.”
    Você notou o que Paulo disse no texto de Filipenses? Ele não diz que está preso ao passado ou olhando o passado, ele diz “esqueço aquilo que fica”. É um bom conselho!
    Nós somos privilegiados, pois somos amados por um Deus que nos perdoa  o passado e ao mesmo tempo nos convida para uma nova vida. Paulo recebeu esse chamado. Deus nos quer estender esse mesmo convite, hoje. 
    Portanto meu amigo, esqueça o passado. Não permita sofrer pelo o que já passou. Se existir algo a ser guardado, guarde as coisas boas.
     E corra para o prêmio! Corra pra Cristo Jesus! Então, o ano que se inicia será ainda mais vitorioso!
     
     Que Deus te abençoe!

Tarcísio Lima

23 de dez de 2011

David posta no blog oficial

Após a última postagem de Lori no blog oficial, antes do evento Barn Bash (há mais de 3 meses), David voltou a postar ontem em seu blog. Leia a tradução abaixo.



O Natal está aqui! (O Natal chegou!)

Olá, Fantásticos Amigos! (Meu corretor ortográfico só ajustou assim).

(referindo-se ao "ph" das palavras)

Agora que estamos em casa descansando, eu queria reservar um momento e agradecer a todos vocês por fazerem a turnê de Natal deste ano incrível. Tivemos multidões incríveis em todos os lugares que fomos e o Espírito esteve definitivamente em tudo! Foi tão bom ver muitos rostos simpáticos e familiares nos apoiando por lá. Isso é por si só um presente muito especial para nós.

A banda foi incrível - como sempre. Cada um deles com seu próprio talento maravilhoso. Eu, particularmente, gostei, neste ano, da minha irmã Kari, no trompete piccolo. Acrescentou muito! Eu não fazia idéia do quanto eu iria gostar de ouvi-la tocar todas as noites. Nós trabalhamos na música antes da turnê e eu escrevi algumas partes novas para ela em "The Singer", "Hark! The Herald" e "Hallelujah"! Tenho que admitir que na primeira noite da turnê eu estava ouvindo-a tão intensamente que cantei algumas notas sem haver planejado. Temos um grupo entrosado e rimos muito. Espero que isso tenha ficado transparecido no palco, também.

As apresentações do Gaither Vocal Band foram surpreendentes também. Lembro-me, especialmente, de Huntington, WV. Foi uma noite muito doce. Todos pareciam estar no auge das brincadeiras e as emoções estavam correndo alto naquela última noite de turnê de Natal.

Bem, de qualquer maneira, eu queria deixar a vocês um pequeno presente neste Natal. Meu pai enviou isto para mim e toda minha família riu (muito). Você pode até já ter visto isso antes, mas vale a pena repetir.

Que cada um de vocês tenha um Natal abençoado cheio da paz de Deus! dp


Senhoras da igreja com máquinas de escrever

Eles estão de volta! Aqueles boletins maravilhosos da igreja! Agradeço a Deus pelas senhoras da igreja com máquinas de escrever. Estas frases (chocantes) realmente apareceram em boletins da igreja ou foram anunciados nos cultos da igreja:


"A Conferência de jejum e oração inclui refeições."
 ------------------
"Sermão desta manhã: 'Jesus caminha sobre as águas.' Sermão de hoje à noite: 'Procurando por Jesus.'"
-------------------
"Senhoras, não se esqueçam do bazar. É uma chance de se livrar das coisas que não valem a pena manter em casa. Traga o seu marido."
-------------------
"Lembrem-se em oração dos muitos doentes de nossa comunidade. Sorria para alguém difícil de amar. Diga 'Hell' para alguém que não se importa muito com você."
-------------------
"Não deixe que a preocupação o mate - deixe a igreja ajudar."
--------------------
"Ouvir a senhora Charlene Mason cantar 'Não vou passar por este caminho novamente', dá prazer, obviamente, à congregação."
---------------------
"Para aqueles de vocês que têm filhos e não sabem, temos um berçário embaixo."
---------------------
Próxima quinta-feira haverá seleções para o coral. Eles precisam de toda ajuda que puderem obter.
---------------------
Irving Benson e Jessie Carter casaram-se em 24 de outubro na igreja. Assim termina uma amizade que começou em seus dias de escola.
----------------------
A ceia de feijão será realizada na terça-feira à noite no salão da igreja. Seguirá com música...
----------------------
No culto desta noite, o tema do sermão será 'O que é o inferno? " Chegue cedo e ouça o ensaio do nosso coral.
---------------------
São necessárias oito roupas novas do coral devido à adição de vários novos membros e pela deterioração de alguns mais velhos.
---------------------
Scouts está recolhendo latas de alumínio, garrafas e outros itens para serem reciclados. Os recursos serão usados por crianças deficientes.
---------------------
Por favor, coloque sua doação no envelope junto com o falecido do qual queira lembrar.
--------------------
A igreja será a anfitriã de uma noite de fino jantar, muito entretenimento e hostilidade graciosa.
--------------------
Jantar Potluck domingo às 5:00 da tarde - oração e medicação em seguida.
---------------------
As senhoras da Igreja se despojaram de roupas de todo tipo. Elas podem ser vistas no subsolo, na tarde de sexta-feira.
-------------------__
Esta noite, às 07:00 haverá um hino cantado no parque em frente à Igreja. Traga um cobertor e venha preparado para o pecado.
--------------------
O Estudo Bíblico de senhoras será realizado na quinta de manhã às 10 horas. Todas as senhoras estão convidadas para almoçar no Salão Fellowship após terminar a Escola Bíblica.
---------------------
O pastor gostaria que as senhoras da Congregação emprestassem os seus cintos (algum tipo de equipamento) elétricos para o pequeno almoço de panqueca no próximo domingo.
----------------------
O Grupo de Apoio de baixa-estima se reunirá quinta-feira às 19:00. Por favor, use a porta de trás.
----------------------
Os alunos da oitava série irão apresentar Hamlet de Shakespeare no porão da Igreja sexta-feira às 07:00. A congregação está convidada a assistir a esta tragédia.
---------------------- 
Vigilantes do Peso se reunirá em 7:00 na Primeira Igreja Presbiteriana Por favor, utilize porta dupla grande na entrada lateral.
----------------------
O ministro da Associação revelou a nova slogan da campanha da igreja no domingo passado: "Eu levantei minha oferta - levante a sua."

21 de dez de 2011

Salvação para os Pastores





 "E, ausentando-se deles os anjos para o Céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos até Belém e vejamos os acontecimentos que o Senhor nos deu a conhecer. "Lucas 2:15


O Natal nos traz à mente vários elementos que caracterizam o nascimento de Jesus: estrebaria, vacas, manjedoura, Maria olhando para um nenê envolto em panos. Também pensamos em três magos montados em camelos e nos pastores que cuidavam de seus rebanhos à noite, assustados com o anjo que lhes apareceu.

Geralmente consideramos os pastores como indivíduos protetores, destemidos, capazes de enfrentar animais selvagens em defesa do seu rebanho. Sem dúvida, temos boas razões para isso, pois a história de Israel se estende através de uma linhagem de pastores, desde Davi, o pastor que defendia suas ovelhas de leões e ursos, até Abraão, Isaque e Jacó, os pais da nação israelita e, retrocedendo, até Abel, o primeiro pastor. O ofício de pastor, junto com o de agricultor, é o mais antigo do mundo.

No Novo Testamento, Jesus comparou o amor de Deus por Seus filhos extraviados com o de um pastor que sai em busca da ovelha perdida. Em João 10:11, Jesus Se compara ao bom pastor, que dá a vida pelas ovelhas.

Tudo isso sugere que os pastores do tempo de Jesus eram profissionais respeitados, dignos, portanto, de serem os receptores das boas-novas que os anjos lhes anunciaram. Entretanto, o escritor Joaquim Jeremias, que estudou as condições sociais existentes na Palestina nos tempos do Novo Testamento, afirma que os pastores não gozavam de boa reputação, pois eram quase sempre desonestos. Os líderes espirituais de Israel diziam que um pai não devia ensinar essa profissão aos filhos, pois era um “ofício de ladrões”, e equiparavam os pastores aos coletores de impostos e publicanos, tidos como “pecadores”.

Se é assim, por que os anjos anunciaram o nascimento de Jesus a essa classe desprezada, e não a pessoas de prestígio social? A resposta é dada por Jesus, em Lucas 5:31, 32: “Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. Não vim chamar justos, e sim pecadores, ao arrependimento.”

E esta é uma boa notícia para nós ainda hoje, pois Deus continua chamando pecadores para o Seu reino.

15 de dez de 2011

Deus em Ação



Há muitos conceitos sobre o amor. O amor pode também ter um significado próprio para cada pessoa. Particularmente gosto muito do conceito de amor como ação. De acordo com o “Dicionário Aurélio Básico da Língua Portuguesa”, AÇÃO significa: ato ou efeito de agir, manifestação de uma força.Também procurei saber o significado da palavra VERBO: "Palavra com a qual se afirma a existência de uma ação".

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” João 1:1

Deus é o fundamento do amor, todas as suas ações são de amor. É no seu agir que Deus pretende demonstrar o seu amor por nós e despertar o amor no ser humano. Atentar (ou estar atento) para as ações de Deus significa conhecer seu amor.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

Muitas vezes os atos de Deus parecem contrariar o próprio princípio do amor, principalmente quando percebemos as injustiças, a miséria, a maldade, a sensação de desolação deste mundo. Entretanto, não podemos nos esquecer que Ele está no controle!

"O Senhor tem estabelecido o seu trono nos céus, e o seu reino domina sobre tudo." Salmo 103:19

Mediante a fé podemos crer que no agir de Deus há a manifestação do seu amor.

"Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." (Romanos 8:28)

As ações de Deus revelam o seu caráter e a sua vontade para nossa vida. É o Seu desejo que O conheçamos! Para amar é preciso conhecer.

“E dar-lhes-ei coração para que me conheçam, porque eu sou o Senhor; e ser-me-ão por povo, e eu lhes serei por Deus; porque se converterão a mim de todo o seu coração.” Jeremias 24:7

Atentar para as ações de Deus nos leva a agir segundo os seus propósitos e nos faz crer que nosso bem estar é seu maior interesse, pois Ele nos ama, sabe o que é melhor para nós e quer nossa verdadeira felicidade. 

Moisés compreendia que as ações de Deus eram a expressão do seu amor, por isso escreveu: “Alimenta-nos de manhã com o Teu amor, até ficarmos satisfeitos e nos alegraremos a vida inteira.” Salmo 90:14

À medida que direcionamos nossa atenção para as ações de Deus mais nos aproximamos do entendimento de seu verdadeiro amor. E, ao nos aproximarmos, mais íntimo vai ficando o relacionamento, mais somos atraídos para Jesus, maior passa ser a atuação do Espírito Santo em nossas vidas, mais sensível para a percepção das manifestações do amor de Deus nos tornamos. A citação a seguir acredito ser a expressão do que realmente acontece na vida daqueles que buscam o verdadeiro sentido da vida.

“Quando Cristo habita no coração, a pessoa se sente tão repleta de Seu amor e da alegria da comunhão com Ele que se torna cada vez mais apegada a Ele. Ao contemplá-lo, o próprio eu é esquecido. O amor a Cristo é a motivação certa para a ação. Os que sentem o amor de Deus não perguntam qual é o mínimo que podem fazer para cumprir os requerimentos de Deus; não perguntam qual é a norma mais baixa, mas o seu desejo é andar em total harmonia com a vontade do Redentor. Com sinceridade, renunciam a tudo e manifestam um interesse proporcional ao valor do objeto que buscam.” (E. G. White. Esperança para viver. p.40)

O relacionamento com Deus nos faz amá-lo; e nos faz perceber o quanto ele nos ama. Esse amor assume um caráter dinâmico, pois nos faz querer compartilhar essa experiência de amor com nosso próximo. Então, as nossas ações passam a ser ações do amor de Deus em nós para com o nosso próximo. Tornamo-nos condutores desse amor. É o amor de Deus em ação por nós e para nós que nos faz desejar amá-Lo acima de todas as coisas e ao nosso próximo como nós mesmos nos sentimos amados por Ele.


Um grande abraço e Feliz Natal!


Nivia Campos

6 de dez de 2011

O Natal de Deus


(Por Marinalva Santana)

A Família Gaither tem como costume realizar um evento maravilhoso sobre o Natal todo final de ano (embora eu não saiba muita coisa sobre isso), mas creio que buscam, também, ajudar as crianças pobres em algum lugar do mundo. Cantam canções maravilhosas que falam da beleza do amor de Deus pelos povos.

Ao pensar nesse encontro de grandes nomes da música, juntos, adorando ao SENHOR, meu coração se enche de saudades ao lembrar da minha infância na 1ª Igreja Presbiteriana em Brasília onde meu pai era regente do coral.

Nessa data, ele reunia hinos tão lindos para que o coral cantasse no culto de Natal e lá estava eu, com meus sete ou oitos anos, fazendo solo de algum hino. Papai confiava que eu cantasse para agradar a Deus, e eu me sentia tão perto de Deus... Era uma noite linda que ficou guardada em minha memória. Para mim, o Natal era de uma beleza tão grande! As estrelas pareciam brilhar mais, a noite era diferente das outras e meu pai me dizia que DEUS presenteou os homens dando Jesus. Deus nos ama muito. Lembro-me que sentada em meu balanço, ficava olhando para o céu para ver se algum daqueles anjos que cantaram na noite do nascimento de Jesus, fosse aparecer e cantar para mim, e  inclinava o meu ouvido para poder ouvir.

“No mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens.” (Lucas 2:13-14)
                                                                                   
Não me lembro muito dos presentes que ganhei, das roupas novas que usávamos e nem das comidas especiais dessa noite, mas me lembro bem das peças de Natal, dos hinos, da alegria dos irmãos se abraçando e desejando FELIZ NATAL um ao outro.
                                                                               
NATAL é um dia separado pra lembrar que DEUS, de boa vontade, deu JESUS para nos salvar. Que ELE, de boa vontade, nos quis amar. Costumamos trocar os valores das coisas e até mesmo, nesse dia, trocamos presentes, abraços, mas, geralmente, naqueles que são nossos parentes e mais chegados... os mais queridos. Assim, é fácil!

Jesus disse: “Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?” (Mateus 5:46-47)

Então me pergunto: Não seria inútil o nosso Natal quando procuramos abraçar, presentear só aos nossos amados, e fazer sentar à nossa mesa de ceia apenas os mais íntimos, enquanto os pobres e necessitados estão lá fora? E quando, no máximo, os atendemos no portão com o pratinho feito, nós o apressamos a ir embora logo, porque o nosso Natal é para os amigos e para nossa família, sem termos, no mínimo, boa vontade de lhes presentear com nosso amor.

Convido a todos a seguir o exemplo do próprio DEUS: QUE NOS AMOU DE BOA VONTADE E NOS PRESENTEOU QUANDO AINDA ÉRAMOS SEUS INIMIGOS.

“Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.” 1 João 4:1

Esse é o natal de DEUS: O NASCIMENTO DO PRÓPRIO DEUS ENTRE OS HOMENS. O maior presente que alguém poderia dar.

BOAS FESTAS DE BOA VONTADE PARA COM TODOS.

MANA

3 de dez de 2011

Orem por David



Uma fã publicou um motivo de oração no fórum oficial e eu gostaria de compartilhar com todos para que estejamos firmes no mesmo propósito. A agenda de concertos do mês de dezembro é extenuante. Isso de deve, é claro, ao fim de ano. David e os outros integrantes do GVB precisam de nossas orações. Oremos para que Deus os proteja em suas viagens, que mantenha firme a saúde de cada um nessa temporada em que as gripes se tornam freqüentes por lá por causa do frio intenso e para que Deus continue a abençoar aquelas vozes incríveis. Orem, também, para que suas mentes e corações sejam guardados enquanto estiverem fora de casa. Que suas famílias e bens sejam protegidos e que em meio a toda essa atividade frenética, David e os outros rapazes sejam capazes de manter seu foco em Deus e continuar sendo fiéis a Ele.

25 de nov de 2011

Um dia de sonho em New York City



(redigido no dia 23/11/2011, às 13h:40m)

Neste exato momento estamos dentro do avião de volta para o nosso querido país e doce lar. Para variar, ao som do nosso grande David Phelps :D. Imaginei que esse pudesse ser o momento ideal, com tempo de sobra, para eu relembrar e relatar aos amigos sobre a experiência do tão esperado dia 20 de novembro de 2011. Para quem não sabe, o grande Concerto de Natal que houve em Nova Iorque com David Phelps.

Sei que muitos de vocês estavam acompanhando a página do Facebook e o blog em busca de notícias durante todos esses dias. Nós tivemos dificuldades para postar. Foi inviável ter o iPad em nossos passeios, e como queríamos desfrutar de cada minuto das férias não nos sobrava tempo nem para usar o Wi-Fi nos hotéis. Chegávamos tarde todos os dias e exaustos querendo apenas um banho e repouso. Mas creio que esse relato valerá toda essa longa espera.

Os primeiros dias da viagem, antes do concerto, foram muito corridos. Na verdade, não houve tempo para ansiedade. Tudo foi novidade, principalmente para mim, por ter sido minha primeira viagem internacional. Tentei absorver o máximo de tudo à minha volta. O primeiro dia em Miami e os outros três em Orlando voaram como eu já esperava. Chegamos em Nova Iorque no sábado pela manhã. Tivemos um dia fantástico e desfrutamos de passeios maravilhosos.

(Parte I) - Encontro com os Phelps Fans

Programamos o passeio do domingo (dia do concerto) para terminar às 14h, já que às 17h:30m havíamos marcado o jantar com as meninas. Para quem não sabe quem elas são: eu as conheci no fórum oficial do site de David há 7 meses. Pouco tempo comparado a uma vida inteira mas suficiente para criarmos eternos laços de amizade. Elas são pessoas adoráveis e eu nutro um grande carinho por todas elas. São essas mesmas amigas que não medem esforços para nos ajudar na alimentação do blog. Claro que há muitas outras que eu ainda espero conhecer e que não tiveram a oportunidade de estar neste evento. Confesso que na hora de me aprontar para aquele grande momento, deu um frio na barriga e eu já sentia saudade das horas que, sequer, ainda havia desfrutado. Minha vontade era que cada minuto durasse 1 hora.

Tudo correu perfeitamente antes do encontro no restaurante com exceção do nosso atraso de 30 minutos. Confesso que foi culpa minha…kkkk. Eu queria estar impecável e bem apresentável às minhas amigas. Não apenas eu estava ansiosa, mas elas demonstravam o mesmo sentimento em relação a nós.




Foto externa do Restaurante Rosie O'Grady's - Nova Iorque


Restaurante ao fundo da foto

Eu não me lembro bem, mas acho que fomos os últimos a chegar no restaurante. Fomos recebidos calorosamente por todas com abraços demorados e doces palavras de saudação. Eu tinha a sensação de estar reencontrando velhas amigas. Era como se já nos conhecêssemos há anos, tamanha, a intimidade. Eu fui capaz de reconhecer e dizer o nome de quase todas. Eu e Patrick buscamos retribuir todo o afeto à altura.


Da esquerda para a direita: Lora e Gretchen


Da esquerda para a direita: Ruth e Lora

Da esquerda para a direita: Fran e Arleen

Da esquerda para a direita: Barb, Kristy e eu


com Kristy Jones

com Gretchen

com Patty




Eu entre Fran e Arleen

com a Patty

outra com a Patty

 Com Marsha Ferrick

Eu e Patrick

Eu entre Ruth e Lora

Ruth, Lora e Gretchen









Marsha F. abraçando Patty


Nós levamos lembrancinhas de Natal para distribuir. Gretchen havia me enviado a lista com os nomes antecipadamente. Fizemos um cartão personalizado e embrulhamos (dentro de saquinhos) latinhas com pequenas balinhas e um pequeno pregador com temas de Natal. Na tampa da latinha mandamos confeccionar a foto de David da capa do álbum "One Wintry Night". Ficou uma graça e o pequeno presente agradou a todas. Nós, também, ganhamos uma lembrancinha da Estátua da Liberdade (feita artesanalmente) e deliciosas guloseimas. O prato que pedimos estava excelente e para não desagradar nem aos amantes de Coca, nem aos amantes de Pepsi (guerra dura nos EUA), resolvi pedir um suco de laranja...kkkk.


 Lembrancinha que levamos para as Phelps Fans




 Lembrancinha que ganhamos de Lora





Conversamos bastante. Patrick foi o intérprete "full time"….kkkkkkk. Ficamos por lá cerca de 1h30m. Eu não tirei muitas fotos pois como já havíamos usado a máquina no passeio pela manhã e não tivemos tanto tempo para recarregá-la, eu queria reservar bateria para fotos após o concerto se tivéssemos oportunidade de estar com David.

Queríamos chegar com folga no concerto, por isso, saímos do restaurante cerca de 30 minutos antes do horário previsto para o início do espetáculo. Fomos todas juntas, a pé. Estava frio mas a temperatura naquele dia estava bastante agradável (nada congelante). O Carnegie Hall (CH) é bem pertinho do restaurante. Chegamos em menos de 10 minutos. As meninas são muito divertidas e engraçadas. Rimos em boa parte do tempo.

A frente do CH estava lotada. Quando entramos na fila daí me caiu a ficha de onde eu realmente estava. Parecia um sonho…David estava em algum lugar, por ali, a poucos metros de nós, e logo poderíamos ouvir ao vivo sua GRANDE VOZ.


 Em frente ao Carnegie Hall



 Junto ao cartaz de divulgação


Recebemos um livreto com a programação completa antes de entrarmos no hall. Foi aí que nos demos conta de que David cantaria mais músicas do que esperávamos. Aquilo encheu os nossos corações de alegria! 


Livreto da Programação




Eu e Patrick ficamos chocados com o ambiente. Tudo muito lindo, cada detalhe da decoração, desde o tecido dos assentos até os detalhes trabalhados nas paredes, colunas e teto…tudo feito com muita perfeição. Conhecemos ali outras amigas do fórum que não haviam estado no restaurante. Todas muito carinhosas. Muitas vinham ao nosso encontro para se identificar, já sabendo quem nós éramos. Nossos assentos ficavam na segunda fileira, na área central. Todas nós estávamos sentadas perto umas das outras ocupando as duas primeiras fileiras. O palco ficou um pouco alto para enxergar todo o coral, mas perfeito para ver David de perto. 

 Dentro da sala de espetáculos


 Patrick




 Foto tirada pela amiga Glenda Ferguson


O empresário de David estava no fundo do hall, junto aos técnicos da mesa de som. Parecia ajustar os últimos detalhes. Gretchen, uma amiga, nos levou até ele. Ele nos saudou muito educado e atenciosamente. Decidimos, então, separar um momento após o evento para conversarmos com calma visto que o concerto estava a 5 minutos de começar.

O coral estava sentado no palco e disposto de forma organizada de acordo com as vozes. A cor do figurino dos coristas era preto. Roupas lindíssimas! As mulheres muito alinhadas e cada um a estampar no rosto um lindo sorriso. O coral também parecia ansiar pela abertura. Fiquei surpresa e muito feliz ao ver Jack (produtor musical da banda de David) entrar e tomar o seu lugar à esquerda do palco junto ao teclado. Jack parecia conhecer o rosto de todas as meninas e trocava piscadas de olhos respondendo à saudação de cada uma delas. 


Jack Daniel ao teclado - foto tirada por Gretchen Pommerening


Em poucos instantes, um dos maestros fez o pronunciamento apresentando o coral e, então, chamou o nosso GRANDE ARTISTA para abrir aquela maravilhosa noite. Eu me lembro bem do tom de voz alto e vibrante do maestro a chamar: "Mr. DAVID PHELPS!"


(Parte II) - O Concerto

Uaaaauuuu! David entrou com um largo sorriso saudando a todos e arrebatou aplausos e vibrações. Estava vestido num terno e colete pretos com  uma camisa no tom lilás trabalhada no peito. Tão gracioso e simpático como sempre!

Abriu o concerto lindamente com "Hark the Herald". Foi uma escolha perfeita. Uma música alegre e envolvente que prendeu a atenção de toda a platéia. A letra da música fala do clima de júbilo dos anjos glorificando o bebê Jesus. O coral fazendo o fundo da música deu um efeito mágico aos arranjos. Eu não conseguia desviar a minha atenção para mais nada além da presença de David no palco. Suas mãos articuladas e seus pés marcando o compasso a poucos metros de nós…que privilégio!

A segunda música foi a clássica "Joy, Joy". Esta fazia parte da minha lista de preferidas a serem ouvidas por lá. David parecia ter atendido ao meu pedido. Cada um de seus gestos e expressões faciais traziam vida às frases da música que discursa o trama celestial e a decisão do Pai em enviar Jesus à terra para salvar a humanidade. O crescer da estrofe produzia em quem a ouvia o desejo de que a canção não tivesse fim. O agudo de David no fim da estrofe prenunciava o fantástico refrão que estava por vir. Seu agudo foi firme e limpo. Nota extasiante para os ouvidos mais exigentes! David levou o público a cantar vibrantemente com ele o coro e finalizou com mais um de seus impecáveis agudos.


Observação: as fotos e o vídeo do Carnegie Hall publicados anteriormente nesse espaço foram retirados pela autora. Embora cremos que David nunca se oporia ao registro de sua imagem e voz, os arquivos foram retirados em respeito ao regulamento do Carnegie Hall.



David saiu do palco e o coral, então, cantou uma sequência de oito músicas, intercaladas por três maestros diferentes. Eles cantaram sentados durante todo o tempo, com exceção da última música da noite. Não dava para compreender como conseguiam obter aquela performance sem explorar todo o potencial respiratório que a posição em pé proporciona. Fiquei embasbacada! O soprano e o sopraníssimo exibiam altíssimas notas sem parecer fazer qualquer esforço. Algumas das músicas foram soladas pela cantora Rebecca Peck - também, convidada para  estrelar a noite. Eu imaginava que o talento de David fosse ofuscar a cantora, mas confesso que nunca ouvi ao vivo uma voz "soul" tão fascinante. Patrick tinha ao meu lado o queixo caído e nós não parávamos de nos entreolhar a cada extravagância de suas notas com melismas e vibratos. Ela interpretou "Mary, Did You Know?" de Mark Lowri de forma jamais ouvida (na minha opinião) em todos os concertos Gaither. Voz de altíssimo nível!

David retornou, então, com a deliciosa "O Holy Night!" Música tão suave e doce aos ouvidos. Ele já estava com a voz bem mais aquecida e aquilo pareceu deixar sua voz ainda melhor (se é que isso possa ser possível…kkk). David parecia nos conduzir através de nuvens a cada sussurro em notas gostosas de serem ouvidas. Essa música realmente reproduz em nossos corações o encantamento da noite do nascimento do Salvador. Eu pude imaginar o bebê Jesus sendo adorado naquela noite cheia de emoção. Observar e sentir a empolgação dos fãs no momento em que David atingiu o ápice da canção foi um momento único. Patrick quase não acreditou ao ouvir David sustentar por tanto tempo uma nota em determinado momento da canção. Eu ainda me lembro das expressões faciais de encanto das pessoas ao meu redor. O público não se conteve e aplaudiu David calorosamente em pé. Ele agradeceu o calor da platéia com toda a sua modéstia e simplicidade.

Antes do intervalo, David ainda cantou "The Singer" e voltou a trazer um clima empolgante e alegre a todos. Quando alguém possa imaginar que não há mais nada de novo a se ouvir dele, David surpreende o público com arranjos e lindos melismas perfeitamente improvisados como só ele sabe fazer. O coral fez uma grande participação nessa música e encheu o refrão por trás de seus agudos. Eu fico imaginando como deve ser um concerto dele com todos os instrumentistas ao vivo, se apenas com um play-back, um teclado e um coral ele é capaz de ter uma performance impecável e fazer uma apresentação incrível.

David reabriu a apresentação e deu continuidade com a música "Tonight". Eu, particularmente, amo essa música e a maneira como ele a canta. A letra fala de Jesus como luz a iluminar a nossa vida e a iluminar a noite. Sim! Realmente, Deus estava lá iluminando a nossa bela noite através de seu instrumento. Como de costume, a introdução da música já cativa palmas compassadas dos ouvintes e é impossível deixar de marcar o ritmo com o corpo, mesmo que discretamente. Ele, realmente, não podia deixar essa música de fora! O coral cantou lindamente no lugar costumeiro do back-vocal de sua banda.

"One Wintry Night" veio em seguida para fechar a minha lista de preferências naquela noite! É a mais bela música de Natal de David (na minha opinião). Parece não haver mensagem que se encaixe tão perfeitamente a essa melodia como sua letra. David fez sustentções magnificas! Perfect song!

David mais uma vez se retirou do palco e deu lugar ao coral para mais 4 canções. Uma das músicas: "This Little Child" contou com o arranjo do próprio David interpretada por Scott Wesley - dono de uma bela voz tenor.

David retornou e me surpreendeu. Ouvir as primeiras notas da introdução de "End of the Beginning" me deixou realmente surpresa. Esta era uma música que eu não esperava no repertório. Ela é uma FAVORITA que não costuma faltar nos seus concertos individuais, mas jamais imaginei que ele pudesse cantá-la num concerto de Natal. Eu adorei a oportunidade de Patrick poder ouvi-la ao vivo, já que ele não costuma ouvir muito os álbuns de Natal e por ela ser, também, uma de suas músicas preferidas. Eu a considerei como o BRINDE DA NOITE!

David saiu do palco dando a impressão de que não voltaria mais, até que o coral finalizou o concerto da noite com um Medley que incluiu as canções "Worthy Is the Lamb" e o coro de "Hallelujah" que teve David como solista. Ele fechou a noite com chave de ouro ao soltar um agudo final que foi capaz de cortar a respiração de toda a platéia. Eu deveria ter cronometrado o tempo em que o público se manteve em pé aplaudindo todo aquele LINDÍSSIMO e EXTASIANTE espetáculo! O coral também se colocou em pé com David. Definitivamente…foi uma experiência que eu amei viver!


Parte III - Pós Concerto

Após a última música, David e Jack se retiraram do palco, ficando apenas o coral para fotos e interação com o público. Então, foi o momento de trocarmos olhares de encantamento e saciedade pela oportunidade de ouvir grandes vozes e a VOZ PREFERIDA DA NOITE...kkkk

Nossa preocupação e desejo era não sair de lá sem reencontrar o contato chave de David. Mas, a tensão não durou 5 minutos. Quando ainda estávamos a nos despedir dos Phelps Phans e preocupados em vencer a multidão de pessoas que se dirigiam à porta principal, o empresário de David estava a descer as fileiras à nossa procura, fato que nos surpreendeu e nos aliviou profundamente. Finalmente, pudemos nos encontrar e expressarmos o desejo de trazer David ao Brasil. Conversamos bastante e obtivemos informações cruciais. Ele nos abriu caminho e se colocou à disposição para darmos prosseguimento às negociações sobre uma turnê no Brasil. 


Com o empresário de David

Falamos do blog e ele ficou surpreso. Se ofereceu para enviar materiais que ajudem a alimentar nossa página. Ficamos tão felizes por essa chance e conquista em tão pouco tempo. O blog ainda não completou 1 ano e temos visto através das estatísticas o quanto ele tem sido acessado e acompanhado. Agora, então, não só nós estaremos de olho nele, mas pessoas importantes ligadas a David.

INFELIZMENTE, não foi possível ter um tempo com David após o concerto! Steve nos disse que David concederia uma entrevista após a apresentação (de âmbito interno), e explicou, ainda, que quando há no Carnegie Hall presença de pessoas populares, o contato com o público só é possível com o suporte de segurança do próprio local e esse suporte não havia sido incluído no contrato. Ele enfatizou que o Carnegie Hall é muito exigente em relação a isso e não admite modificações improvisadas.

Saímos de lá completamente satisfeitos. Mais importante do que ver David de perto e tirar uma foto ao seu lado foi ter conquistado a confiança de uma pessoa chave ligada à sua carreira profissional. O tempo e o trabalho dedicado nos dará a oportunidade de desfrutarmos da presença de David por mais  tempo e bem próximo a nós…em nosso país…se Deus assim nos permitir.


Só faltou um lindo autógrafo de David à esquerda do cartão. 
Tenho certeza de que um dia ainda ele será autografado!

Voltamos para o hotel extasiados, andando a pé pelas ruas de Nova Iorque, cantarolando suas canções e anestesiados por tudo o que vimos e ouvimos naquela noite, naquele lugar. DIA INCRÍVEL QUE FICOU MEMORIZADA EM MINHA MENTE E CORAÇÃO. O meu desejo é que cada um de vocês tenha uma oportunidade como essa. Faremos o que estiver ao nosso alcance para trazer David novamente ao nosso lindo BRASIL. Espero que curtam essa nossa grande história!

SOON. ;)